Jogadores do Cruzeiro anunciam greve por causa de salários atrasados

Insatisfação com atraso no pagamento dos vencimentos faz com que elenco profissional decida por não participar de treinos na Toca da Raposa

Por Adm em 13/10/2021 às 15:33:10
Jogadores do Cruzeiro se reúnem antes do jogo com o Botafogo Foto: Fernando Moreno/Agif

Jogadores do Cruzeiro se reúnem antes do jogo com o Botafogo Foto: Fernando Moreno/Agif

O Cruzeiro passa por grave crise financeira e um dos reflexos é o movimento dos jogadores do time principal por causa no atraso no pagamento de salários. Por meio de nota, os jogadores confirmaram a paralisação em função dos valores em aberto. O próximoO anúncio foi realizado nas redes sociais dos jogadores (confira a íntegra logo abaixo). Em nota publicada em conjunto, eles elencaram os motivos que levaram à paralisação dos treinamentos em busca de uma resolução por parte da diretoria do Cruzeiro sobre os débitos financeiros.

Goleiro e capitão do clube, Fábio foi um dos jogadores que comunicaram a decisão do grupo. Na postagem, o elenco classifica como "desgastante e angustiante" escrever a carta. Em um dos trechos, eles afirmam que os débitos chegaram a ter seis meses de atraso, em 2021.

Os atletas demonstraram preocupação, principalmente, com todos os funcionários que atualmente são auxiliados pelos próprios jogadores. O grupo cobra uma resposta efetiva da diretoria quanto ao pagamento dos salários atrasados. Os jogadores também ressaltam que não falta empenho dentro de campo. treinamento da equipe celeste estava marcado para tarde desta quinta-feira.



Apesar de a diretoria ter quitado parcialmente a folha relativa ao mês de setembro, existem outros vencimentos em aberto com os atletas. As últimas duas folhas salariais não foram acertadas, além de valores de férias, 13º salário e FGTS. Por quitar o salários de maneira parcelada, é impossível precisar quanto o clube deve a cada jogador, informou um fonte ligada aos atletas à reportagem.

Vale lembrar que no último ano os jogadores fizeram um movimento semelhante. Antes da partida contra o Oeste, pela Série B, eles recusaram a se concentrar, também em função dos salários atrasados.


CONFIRA A ÍNTEGRA DA CARTA DOS JOGADORES SOBRE A PARALISAÇÃO DOS TREINOS

"Carta à Nação Azul.
Nós, ATLETAS PROFISSIONAIS DO CRUZEIRO ESPORTE CLUBE, viemos por meio desta carta publicamente informar e esclarecer a todos e principalmente à Nação Cruzeirense, o que abaixo segue:
Confessamos que é desgastante e angustiante escrever essa carta para alcançarmos direitos, em razão das insustentáveis condições. Não iremos nos calar, por esse motivo, estamos aqui para dar voz, principalmente aos funcionários que têm sofrido com a atual situação.
Informamos que diante dos reiterados atrasos salariais neste ano de 2021, onde chegou ao ponto insustentável de termos até 6 (seis) meses de atrasos, o que demonstra a precária situação financeira a que estão expostos todos os funcionários, que atualmente estão sendo socorridos pelo auxílio/ajuda financeira dos atletas profissionais para manutenção das necessidades básicas de sobrevivência.

Salientamos que a delicada situação é praticamente impensável para um clube da grandeza e tradição do Cruzeiro Esporte Clube. Até o presente momento, atletas e funcionários do Cruzeiro Esporte Clube (Toca I e Toca II) estão com os salários atrasados.
Entre o elenco profissional e funcionários com contrato de trabalho vigente há também pendências financeiras referentes ao ano de 2020. Informamos que a presente carta se fez necessária pela absoluta ausência de uma efetiva resposta quanto ao pagamento dos salários atrasados.
Contudo, neste ato ressaltamos que, todas as dificuldades financeiras impostas pela delicada situação, não faltou e nem faltará empenho para o cumprimento dos contratos de trabalho por atletas profissionais e funcionários, que jamais deixaram e/ou deixarão de honrar a tradicional camisa deste gigantesco clube.

Informamos à gestão do Cruzeiro Esporte Clube que estaremos aguardando o cumprimento das obrigações no prazo mais breve possível, sendo lamentável ver o sofrimento dos colaboradores que dedicam seus dias a manter essa centenária e vitoriosa instituição.
Faremos a paralisação dos treinamentos em voz a todos os colaboradores que amam o Clube e estão desamparados.
Infelizmente, ficou intolerável e injustificável a forma como atletas e funcionários estão sendo geridos. Não aceitaremos essa negligência que tem afetado famílias que dedicam seu tempo, seu suor, seu esforço para cuidar, zelar, servir essa instituição tão amada Cruzeiro Esporte Clube.
Avante, Cruzeiro. Você é gigante.
Belo Horizonte, 13 de Outubro de 2021."


MOMENTO DELICADO

O momento crítico financeiro tem desdobramentos em outros setores do clube. Funcionários do administrativo e do futebol feminino também têm salários em aberto. A situação no futebol de base, inclusive, fez com que os atletas do time sub-20 se recusassem a treinar um dia na semana passada.

Com a ajuda do técnico Vanderlei Luxemburgo, as cobranças foram contornadas momentaneamente. Os jogadores do grupo profissional não escondem o descontentamento com as pendências financeiras e reclamações diretamente com o treinador são constantes.

A reportagem do ge procurou o Cruzeiro e a reportagem será atualizada assim que o clube se posicionar.

AGENDA

Após o empate diante do Botafogo por 0 a 0, o Cruzeiro terá nove dias de preparação para o próximo jogo. A partida, válida pela 31ª rodada, será disputada contra o Avaí, na Ressacada. O duelo acontece no próximo dia 22, sexta-feira, às 21h30. O Cruzeiro ocupa a 11ª colocação da Série B com 39 pontos. A equipe está a nove pontos do G-4 e tem chances remotas de retorno à Série A.

Fonte: GE

Comunicar erro

Comentários